China continental relata seu primeiro caso de Omicron Covid

China continental relata seu primeiro caso de Omicron Covid

Um trabalhador médico coleta esfregaço de um cidadão para o teste de ácido nucléico COVID-19 no distrito de Zhenhai em 7 de dezembro de 2021 em Ningbo, província de Zhejiang, na China.

Hu Xuejun | Grupo Visual China | Getty Images

PEQUIM – A China Continental relatou seu primeiro caso da variante covid do omicron na segunda-feira na cidade de Tianjin, a cerca de duas horas de carro da capital Pequim.

O caso omicron foi encontrado em um viajante do exterior, que não apresentou sintomas, mas testou positivo na quinta-feira, de acordo com a comissão de saúde local de Tianjin. O paciente está em tratamento isolado em um hospital, disse a comissão.

Na segunda-feira, o Reino Unido relatou a primeira morte globalmente confirmada publicamente pela variante omicron. A nova variante identificada – relatada pela primeira vez na África do Sul no final de novembro – é altamente transmissível e altamente mutada, e levantou preocupações sobre a eficácia das vacinas contra o coronavírus existentes.

O Covid-19 surgiu pela primeira vez na China continental no final de 2019. O país controlou o surto em poucos meses, mas o vírus havia se tornado uma pandemia global.

A China continental relatou apenas alguns casos de Covid-19 nos últimos 18 meses, enquanto Pequim segue uma rígida política de “tolerância zero” que pode significar bloqueios repentinos de vizinhança ou restrições a viagens. O mais recente ressurgimento de casos de Covid concentrou-se na Mongólia Interior e na parte sudeste do país.

A comissão de saúde do continente relatou um total de 51 casos confirmados localmente na segunda-feira, e 25 atribuídos a viajantes do exterior, sem novas mortes.

VER MATÉRIA ORIGINAL

Ismael Inacio